Cristina Caras-Lindas quebra silêncio e explica como fez fortuna mas a vida lhe “tirou tudo”

Aos 57 anos de idade, Cristina Caras Lindas vive dias de grande angústia. Não por falta de dinheiro, mas sim por falta de ocupação e reconhecimento, após uma carreira plena de sucessos, tanto em Portugal como em Espanha.

“Deixei de sentir a vida. Nos Estados Unidos, quem apresenta as grandes notícias são pessoas com uma carreira. Quem está à frente de grandes programas não são modelos. A Oprah, em Portugal, não teria hipóteses, por ser gordinha e ter a pele mais escura”, desabafa a ex-apresentadora, em conversa exclusiva com a TV Guia.

No entanto, a apresentadora garante que não passa por dificuldades económicas. E explica como, apesar de estar sem trabalho, consegiu amealhar um bom “pé-de-meia” qe lhe permite viver bem para o resto da vida – se assim quisesse. “Quando fui para Espanha ganhava 7 mil contos [14 mil euros] por mês. Era muito dinheiro”, conta.

Esta boa base económica permite-lhe viver bem e ter duas casas, uma delas, perto da praia, é o seu grande refúgio.

Cristina Caras Lindas andou também por Angola, onde continuou a trabalhar. “Fazia publicidade, eventos para marcas e tive tempo para pensar em alguns livros.” Neste momento escreve a sua biografia e conta que já teve “convites para voltar à televisão mas não volto se não for para fazer algo com que me identifique..

UM NETO A CAMINHO… MAS A SOLIDÃO NÃO PASSA

Só que Cristina sente-se só. “As minhas filhas cresceram, elas próprias já têm as suas casas. Já vou ser avó! O Santiago nasce dentro de poucos dias, é o meu primeiro neto. Tenho essa felicidade de ter umas filhas únicas e agora o meu neto, mas sinto que a vida tirou-me tudo.”

E explica o que a levou a esta fase de profunda tristeza. “Estive ano e meio a cuidar do meu ex-marido com cancro. Fiquei doente. Morreu o Fabrice – amigo francês, empresário e gastrónomo, que perdeu a vida em na sequência de um atropelamento –, pouco depois o Pedro [Palma, fotógrafo]. Estive doente e ainda estou a fazer fisioterapia, porque a parte esquerda do meu corpo ainda não se mexe bem.”

Recorde-se que foi em 2006 que Cristina Caras Lindas foi acometida pela gripe A que acabou por conduzir a um pneumonia grave. Esteve internada no hospital Amadora Sintra e chegou a ficar em estado de coma. Hoje pensa: “O que me deitou muito abaixo foi o meu estado de ânimo. E isso reflectiu-se nos meus pulmões. O não respirar bem, não respirar a vida.”

Também vais adorar!
loading...