Luísa Sobral faz revelação polémica

Luísa Sobral, de 29 anos de idade, fez este fim de semana revelações inéditas acerca do irmão, Salvador Sobral. Quando ela e o irmão ganharam o Festival da Canção, em Portugal, Luísa confessa que “não foi muito bom” ver o irmão vencer, uma vez que sabia que ele não iria poder viajar para Kiev por causa da doença.

A cantora disse, no programa ‘Alta Definição’, da SIC, que se sente culpada por todas as pessoas terem ficado a saber que Salvador Sobral tem um grave problema de coração e já está numa lista de espera para fazer um transplante cardíaco.

“Nós não estávamos a dizer às pessoas que ele tinha esse problema e que não podia viajar e, se chegássemos a esse ponto, tinha sido eu a pô-lo naquela posição e ele ia querer ir e não podia, ia sentir-se triste e as pessoas iam votar por ele e ele não podia ir. Senti-me tão culpada nessa altura de ter decidido que ele devia participar nisto, pô-lo nesta posição. Ninguém fala da doença dele e agora está toda a gente a falar sobre isto. Pessoas a escreverem coisas horríveis, nas capas das revistas, e tinha sido eu a pô-lo naquela posição.”

E por causa da doença do irmão, Luísa ficou “super-preocupada” com a possibilidade ganharem o festival em Portugal.

“Lembro-me de estarmos na votação e ele dizer ‘agora quero ganhar’ e eu dizer: ‘Não queres não, porque tu não podes ir. E se tu ganhares o que é que vamos fazer?’ Entretanto ganhamos, vieram os jornalistas todos numa conferência de imprensa e eu lembro-me que estava com tanta vontade de chorar e pensar como é que ia responder.”

E mesmo com a garantia dos médicos de que Salvador podia viajar até à Ucrânia, Luísa não ficou mais aliviada.

“‘Ele pode ir, mas e se alguma coisa acontece e ele não está cá, a culpa é minha outra vez’. A única altura que eu não sentia que a culpa era minha foi quando ganhámos. Aí senti que a culpa era toda dele.”

A cantora recordou ainda alguns momentos da sua infância com Salvador, revelando que nem sempre tiveram uma relação pacífica.

“Quando o meu irmão nasceu foi o pior momento da minha vida. As minhas fotografias com ele são todas a abraçá-lo mas como se eu o quisesse matar. Uma vez dei-lhe um murro no nariz e ele ficou a deitar sangue. Eu bati-lhe muito mais do que ele a mim.”
Fonte: flash.pt

Também vais adorar!
loading...
Share on Facebook